22 de jun de 2011

BOPE DIVULGA AÇÕES PELO TWITTER E CONQUISTA APOIO DA POPULAÇÃO

No último domingo, o Bope ocupou o morro da Mangueira, onde será implantada a 18ª UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) do Rio de Janeiro

Uma das redes sociais mais populares no Brasil, o Twitter se tornou um aliado na aproximação entre o Batalhão de Operações Especiais (Bope) e a população. Além de ser uma ferramenta de divulgação das incursões policiais, o perfil da corporação no micro blog divulgou nesta terça-feira (21/6) as fotos dos criminosos da Mangueira mais procurados. As imagens são as mesmas publicadas nos panfletos jogados do helicóptero da PM depois da ocupação, incentivando os moradores a denunciar esconderijos de traficantes, armas e drogas.

No ar desde março, o perfil (twitter.com/Real_BOPE_RJ) é acompanhado por quatro mil seguidores. A iniciativa surgiu da necessidade de interação da corporação com a sociedade, conta a tenente Marlisa Neves, relações públicas do Bope.

- Em função de seu papel na implantação de Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) e por promover encontros com as lideranças das comunidades pacificadas, cada vez mais frequentes, o Bope virou alvo de muita curiosidade. A página é um canal para divulgar informações diretas e objetivas. É importante ressaltar que não divulgamos só a parte operacional, mas a unidade como um todo: projetos sociais, visitas a escolas, treinamentos, torneios, eventos. Além disso, durante as incursões, conseguimos informar a imprensa com mais rapidez, evitando boatos e especulações.

Segundo a tenente, as informações são divulgadas em tempo real, depois da entrada dos policiais no terreno. Isso evita o vazamento de informações estratégicas e permite que a sociedade seja alertada sobre o local da operação, para que possa se programar.

A maioria dos internautas se manifesta prestando apoio às ações e solicitando a presença das tropas em localidades em que a julgam necessária.

- As críticas são poucas e quando ocorrem são mais direcionadas ao uso da força, necessária em algumas ocasiões. Nesses casos, convido o internauta a visitar a unidade para conhecer os conceitos e técnicas que empregamos. Solicitamos que as denúncias sejam encaminhadas por e-mail (bopecomsoc@gmail.com) ou para o setor de inteligência, através do telefone 2334-3983 – diz a relações públicas.

Bope divulga ações pelo Twitter e conquista apoio da população

Ocupação do Alemão também foi acompanhada pelo Twitter

O uso das redes sociais pelo Governo do Estado (twitter.com/govrj) – que tem 13 mil seguidores no Twitter – e pela Secretaria de Segurança (twitter.com/segurancarj) já faz parte da rotina dos internautas. No fim de 2010, toda a operação de ocupação dos complexos da Vila Cruzeiro e do Alemão foi acompanhada de ações específicas para as redes. Antes, durante e depois da ação, o subsecretário de Modernização Tecnológica, Edval Novaes, respondia a dúvidas dos internautas diariamente via Twitcam, bate-papo ao vivo via Twitter.

Na última segunda-feira (20/6), um dia depois da retomada da Mangueira, o secretário de Segurança, José Mariano Beltrame, respondeu a perguntas dos internautas sobre apreensões de material, prisões de traficantes e esclareceu dúvidas da população, reforçando o objetivo da UPP, de devolver o território a seus moradores.

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou desta dica? Divulgue para seus amigos. Envie suas sugestões. Nos envie informações para melhorar ou ampliar esta dica. Esperamos sua participação.