24 de mar de 2009

Mas o que vem a ser marketing do conhecimento?

O marketing do conhecimento é atividade que considera a venda não só do resultado do saber (produtos e serviços), mas a "venda" do "próprio" conhecimento e do modo como ele é criado, alavancado, produzido, compartilhado, utilizado, embalado e entregue pelas empresas, extraindo proveito dos possíveis diferenciais que cercam sua gestão e do modo como eles são percebidos e valorizados pelo mercado.
Este marketing de competências (se preferir) acima de tudo seguirá a tendência de valor do saber. Ao contrário dos produtos e serviços, o marketing do conhecimento em seus trabalhos considerará e enfatizará o conhecimento e o capital intelectual e se empenhará em torná–los evidentes e transparentes ao público alvo de interesse.



Dentro desses vários casos, ainda que sutis, pude identificar a síntese desta tendência que desabrocha. A Renault, por exemplo, em uma de suas campanhas recentes veiculou em algumas revistas o seguinte anúncio: 3 fábricas em 3 anos. Não é só nas estradas que o desempenho da Renault impressiona. (O anúncio exibe um carro Renault em perspectiva com alguns robôs da fábrica.) A United, enfatizando a vasta experiência de seus pilotos, veiculou, também recentemente, a seguinte mensagem: Pilotos com muita quilometragem, aviões com pouca. A Semp Toshiba possui vários exemplos: Notebooks Toshiba. O único lançamento nosso que a concorrência consegue pôr no bolso. Ou Os nossos japoneses são melhores que os da concorrência.

A maioria das empresas aplica o marketing focado em seus produtos e serviços. Um novo mix de marketing deve emergir focando também o conhecimento e o capital intelectual. Este mix de marketing, até então composto por quatro Ps (Produto, Preço, Praça, Promoção) poderia incorporar um novo P. O "P" de Potencial Intelectual. Fazendo ou não parte do famoso mix, este quinto "P" conquistará a atenção do marketing nos próximos anos e sobre ele concentrarão as promessas de sucesso.

Com maior freqüência tenho observado anúncios das empresas na tentativa de identificar sinais ou evidências do marketing do conhecimento. Embora tudo que tenha conseguido sejam iniciativas isoladas, sutis e embrionárias, elas revelam uma certa espontaneidade em direção ao tema. Ainda que sutilmente, intencional ou não, empresas como a HP, Toshiba, Brastemp, Renault, Semp Toshiba e algumas outras, através de suas agências de publicidade, se antecipam, revelando o marketing do conhecimento como uma tendência.

O marketing do conhecimento deverá assim, ainda que lentamente, se concentrar em tornar transparente e revelar através de campanhas e iniciativas, os conhecimentos de valor e o potencial intelectual da empresa, atraindo clientes, investidores, parceiros, talentos, investidores e progresso como conseqüência.
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou desta dica? Divulgue para seus amigos. Envie suas sugestões. Nos envie informações para melhorar ou ampliar esta dica. Esperamos sua participação.