21 de jul de 2012

Rede Globo é condenada a pagar pensão a mulher que se acidentou no “Domingão do Faustão”

faustao

 

A Justiça do Rio Grande do Norte condenou a Rede Globo a pagar uma pensão mensal no valor de R$ 2,5 mil para uma mulher que se acidentou no quadro "Maratoma"do"Domingão do Faustão".

 

 

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte condenou a Rede Globo e a empresa Endemol Brasil a pagar uma pensão de R$2.500 por mês a uma participante do quadro 'Maratoma' do programa do 'Domingão do Faustão'. Monaliza de Oliveira Fontes alegou ter ficado deficiente depois de machucar o tornozelo durante a atração.
Além da pensão, o juiz da 1ª Vara Cível de Natal, José Conrado Silva, determinou ainda que as empresas continuem custeando o tratamento médico e fisioterapêutico da paciente, incluindo a medicação necessária e tudo o que for necessário para a recuperação dela.

Para o juiz, os promotores de eventos/competições têm a responsabilidade e o dever de oferecer a proteção e segurança necessárias para que os competidores possam executar e concluir as provas, sem qualquer riscos à sua integridade física.
Silva defendeu ainda que os elementos reunidos aos autos são claros no sentido de que o acidente ocorreu quando a autora participava da "prova da foice", patrocinada pelas empresas e que a farta documentação mostrada pela mulher comprova as alegações dela.

A decisão do juiz da 1ª Vara Cível de Natal, José Conrado Silva, foi anunciada na quinta-feira (19) no site do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJ-RN) e negou o pedido inicial de Monaliza, que era de R$ 7 mil.

A Justiça ainda aponta que o valor da pensão deve ser dividido entre a Globo e a produtora do quadro da atração, a Endemol. Nenhuma das partes acusadas se pronunciou sobre a decisão até o momento.

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou desta dica? Divulgue para seus amigos. Envie suas sugestões. Nos envie informações para melhorar ou ampliar esta dica. Esperamos sua participação.