17 de abr de 2009

Viva melhor com o Windows Vista

Depois de quase dois anos com o sistema operacional Windows Vista, ainda muitos não se adaptaram ao sistema.
Os consumidores têm problemas com o Windows Vista desde que ele foi lançado, em janeiro de 2007, ainda que os dados mais recentes indiquem que a maioria dos resistentes tenha aceitado o sistema, se bem que a contragosto. O Windows continua a ser uma fonte generosa de faturamento para a Microsoft, respondendo por mais de um quarto dos US$ 60,4 bilhões em vendas anuais do grupo.

Domar o Vista em meu laptop Sony Vaio, acionado por chips Intel, se tornou uma forma de medir minha paciência e minha sanidade. É claro que houve aquele dia recente em que eu quis jogar o treco pela janela, trocando-o pelo Mac Pro de mesa que tenho no porão.

Mas preferi assistir a um jogo de futebol americano - e, nos comerciais, lá estava Jerry Seinfeld ajudando Bill Gates a experimentar tênis em um comercial do Vista - acho. Qualquer que fosse o objetivo do filme, a verdade é que o Vista não precisa ser tão ruim quanto os comerciais da Apple insinuam. Eis algumas dicas para melhorar sua experiência com o Vista, e talvez até gostar dele um pouquinho.

Deixe de lado o CCU
Não sou só eu: entre os recursos que muitos usuários consideram mais irritante no Vista, desde o lançamento, está o de controle de contas de usuários (CCU). A idéia do CCU era livrar os internautas de spyware e vírus que de outra forma poderiam se instalar no disco rígido. Isso é bom, claro, porque máquinas equipadas com Windows atraem vírus como maçãs do amor atraem moscas.

Um alerta surge na tela sempre que um novo programa ou aplicativo vai ser instalado, pedindo permissão para continuar. Anteriormente, se a pessoa desativava o CCU no painel de controle do Vista, ele ressurgia quando a máquina era religada. Um observador disse que essa era a forma da Microsoft de jamais "perdoar o usuário pela estupidez" de desligar o CCU.

Agora é possível desativá-lo permanentemente, se você tem a versão mais nova do sistema ou baixou o Service Pack 1. (E se não baixou, baixe, em www.tinyurl.com/55k8a4, porque ele corrige diversos problemas do Vista.)

Aumente a memória
O Vista devora memória. A Microsoft diz que máquinas com o Vista precisam de 512 megas de memória RAM ou mais. No mundo real, onde usuários utilizam mais de um aplicativo de cada vez, um giga de RAM é o mínimo, e dois gigas são o ideal.

Aumentar a memória não é dificílimo ou muito caro mas, a depender da máquina, melhor permitir que um especialista o faça. O pessoal que gosta de resolver as coisas sozinho deve procurar informações no Google, porque existem muitos artigos e vídeos que ensinam a aumentar memória disponíveis.

Acelere o Vista
Com um sistema de memória flash - um drive flash USB ou cartão de memória - de ao menos 256 megas, é possível acelerar a operação da máquina. Conectado a uma porta USB, ele serve como cache adicional - ou seja, uma memória que o computador pode acionar muito mais rápido que a do disco rígido. (Quanto mais memória melhor, até quatro gigabytes.)

Depois que você conecta o drive, o Vista pergunta se deseja usá-lo para melhorar o desempenho. Você escolhe que proporção da memória do drive será destinado ao ReadyBoost e que proporção servirá para armazenagem.

Não ria. O método funciona. E não é preciso abrir o computador, como no caso da memória RAM. Além disso, o preço da memória flash despencou drasticamente, com um drive de dois gigas à venda por apenas US$ 25. Não há idéia mais prática.

Use só o necessário
Você pode imaginar que só está usando o navegador Firefox, mas o Vista aciona muitos programas quando o computador é ligado. A maioria deles não precisaria estar ativa, consumindo memória.

No Painel de Controle, clique em desinstalar programas e na barra de tarefas, à esquerda, clique em Ligar ou Desligar Recursos do Windows. Surgirá uma lista de programas. A maioria é incompreensível. (O que é "Windows DFS Replication Service"?) Passe com o cursor sobre cada um deles e um texto tenta explicar o que fazem. Desative os que não utilizar. Isso não remove os programas da máquina, só os deixa adormecidos.

Corte ainda mais
Se você quer mesmo personalizar o Vista, é possível limitar ainda mais os programas que funcionam ocultos - e muita coisa está rodando na máquina ainda que você ache que só esteja jogando paciência.

O processo, nesse caso, é mais assustador. A parte simples é clicar em iniciar, digitar services.msc e apertar Enter. Surge uma janela que mostra os "serviços" ativos. A lista é longa. Veja as entradas classificadas como Automático. Esses serviços operam quer você queira, quer não. Mas quais deles são necessários? O site TweakHound ajuda a descobrir.

Para mudar um serviço de automático para manual, clique sobre o nome com o botão direito, clique em propriedades, clique o botão Parar e altere o tipo de início para Manual.

Deixe o Vista mais feio
Uma das virtudes do Vista é que ele torna a tela de seu computador pessoal mais atraente. Mas manter aqueles ícones transparentes e exibir a lista de widgets na lateral da tela consome muita memória. É, vamos voltar ao Painel Controle, desta vez à tab Personalização. Desative o recurso de transparência desmarcando a caixa em Ativar Transparência. Clique na tab Ferramentas de Sistema e Desempenho, e clique em Ajustar Efeitos Visuais. Clique em Ajustar para Melhor Desempenho.

O sistema também rodará um pouco mais rápido se você reverter à forma clássica do Windows, em lugar do modo Aero. A melhor maneira de fazê-lo é clicar na tela principal com o botão direito do mouse, clicar em Personalizar e clicar em Cor e Aparência da Tela. Clique em Abrir Propriedades Clássicas de Aparência, escolha um tema na lista de Esquemas de Cores e clique OK.

Há outras maneiras de fazer com que o Windows rode mais rápido. A Microsoft tem um guia de 14 páginas para outros truques como esses em http://www.tinyurl.com/5a439r.

As dicas devem bastar até que a próxima atualização de sistema operacional chegue, e então teremos de passar por tudo isso outra vez.
Stephen Williams / The New York Times
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou desta dica? Divulgue para seus amigos. Envie suas sugestões. Nos envie informações para melhorar ou ampliar esta dica. Esperamos sua participação.