24 de mar de 2009

Estruturando a informação em um site

Arquitetura da informação: critérios para analisar a estrutura de um site e algumas questões que costumam aparecer quando se cria um projeto gráfico para a web.


Ao desenhar uma estrutura para a internet, podemos ter em mente alguns princípios básicos, que nos ajudam a organizar a informação em um site.
O primeiro passo é definir a estrutura, que é o grande sustentáculo do site. Ela define a natureza do site como produção gráfica (forma) e navegação (processos). Cria um padrão que é extremamente importante na análise do site, além de sistematizar o processo de produção.
"Organização é mensagem", dizia Norbert Wiener, criador da cibernética. E é exatamente isso que o designer deve ter em mente ao desenhar uma estrutura para a internet.
Estética x funcionalidade
A estrutura do site deve ser o espelho de seu conteúdo, assim como das ações e tarefas de seu usuário. Não adianta o site ser coerente, em termos estéticos, se na prática não funciona. A produção gráfica deve ser apropriada ao meio em que está inserida.
Podemos citar alguns exemplos de estruturas utilizadas no desenho do site, a partir de critérios gráficos, práticos ou de navegação.
Estrutura gráfica
É aqui que se define o princípio unificador do projeto. Define–se qual será a tipografia (família de fontes) a utilizar, qual palheta de cores será aplicada no projeto, seus elementos gráficos (ícones, imagens, etc.) e qual será a estrutura gráfica, ou grade (grid ou template) que sustentará a composição.
Pragmática
Qualquer parte do site é expansível? Sim, se minha grade estiver adaptada para receber esses elementos (texto, imagens, etc.) e me disser como serão dispostos.
Posso aplicar essa ou aquela fonte? Sim. Se o tipo estiver definido no meu style sheet e sua aplicação tiver coerência.
Posso aplicar uma determinada cor em uma página? Sim. Se a cor estiver na palheta de cores que foi definida para o site e sua aplicação tiver coerência.
Estrutura de navegação
Não vou conseguir sair de lugar algum se a navegação não estiver visível e colocada estrategicamente. O ideal é que usuário saiba onde está, por onde passou e para onde pode ir.
Metaforicamente, no processo de desenho do site, cada elemento (texto, imagem, etc.) é um ponto localizado em um gráfico.
O ponto representa onde estou (exemplo: texto).
Retrocedendo no seu eixo (x), vou para um arquivo.
Prosseguindo no eixo (x), vou para outro texto.
Movendo no eixo (y), vou a partes deste mesmo texto.
Paralelamente a este eixo tenho itens relacionados ao texto.
Tangenciando, tenho itens que não apresentam relação direta com este texto (banner ou texto de últimas notícias, por exemplo).
Movendo no eixo (z) vou a outro site.
Movendo nos eixos simultaneamente (x, y, z ou x, y) realizo uma busca.
Mais pragmáticas
Por que os menus são colocados no lado esquerdo do site? Porque o processo de leitura (ocidental) é da esquerda para a direita, e de cima para baixo (formando um vetor de 45 graus da parte superior esquerda a inferior direita).
A área de importância é onde o usuário termina a leitura; logo, a parte direita do site, onde deve estar o conteúdo. Se o menu estiver na parte direita, além de estar ocupando a parte nobre do site, estará fornecendo um comando para trás.
Devo usar texto renderizado em imagem no menu? Sim e não. O ideal é que texto sempre seja texto. Mecanismos, como o usado pelo Google, fazem pesquisa a partir do conteúdo do site em texto. O texto pode ser renderizado em sites que não possuem conteúdo dinâmico e não têm foco na informação.
E menu desenvolvido em Flash? Não! Nunca use menu em Flash. Flash é software para animação, e não para navegação!
Outras estruturas
Outras estruturas devem ser consideradas no desenho de um site, como a estrutura de organização (posição, indexação etc.); a estrutura de programação (carregamento, uso de mídias, otimização etc.) e estrutura de crescimento (atualização, expansão, grupos vinculados etc.).
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou desta dica? Divulgue para seus amigos. Envie suas sugestões. Nos envie informações para melhorar ou ampliar esta dica. Esperamos sua participação.